COMO PENSAR NO FUMTUR. DICAS E ORIENTAÇÕES PARA QUE O FUNDO FAÇA A DIFERENÇA. Série Sistemas Municipais de Turismo.

No âmbito do SIMTUR – Cooperar para Competir, o Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR) é um dos pilares de sustentação financeira tanto das ações estruturantes e estruturais, bem como das promocionais. São instrumentos públicos de descentralização de gestão, e criados através de Lei. Diante deste cenário, não perca a oportunidade de usar o processo de estruturação-organização como um exemplo de cooperação. Isso sim é Turismo no Município.

Na prática! Fundos geridos pelas Secretarias (SECTUR) somente, sem o “nada opor” do COMTUR, não são nada recomendáveis. E mesmo que o fundo seja gerido pela SECTUR, não necessariamente é ela que deve decidir onde, quando e como os recursos do fundo deverão ser gastos. Isto é genuinamente tarefa de conselho. Aliás, FUMTURs sem estarem associados ao COMTUR nesta linha, faz-me perguntar do porquê de existir um conselho.

Entendo perfeitamente a vaidade do poder público, mas se você que me lê agora é Secretário Municipal, entenda esta co-gestão com o COMTUR-tripartite como uma forma assertiva de compartilhar responsabilidades. Se o uso do FUMTUR está ruim, todos participam do erro e divide-se a culpa. Mas se está bom, a Cidade ganha, os empresários e entidades ficam felizes, e será você que irá ficar bem na foto. Em outras palavras, você nunca perde.

E tomando isso como premissa, traga as pessoas e instituições de interesse direto do Turismo para dentro da Arena de Acordos que chama-se COMTUR. Inclusive membros (escolhidos a dedo) da Câmara de Municipal. Não se esqueça que Turismo se faz em rede. Fortaleça a cooperação através do FUMTUR. Não perca esta oportunidade. Recomenda-se inclusive pedir uma porcentagem do Orçamento Anual para abastecê-lo. Cuide porém, para não ir com muita sede ao “pote”, corre-se o risco de ver diminuído o da Secretaria de Turismo. Não caia no toma lá, tira de cá.

Use o processo de discussão e (re) elaboração da Lei para que entidades e empresários possam melhor entender o funcionamento da máquina pública. Quanto mais eles entenderem, melhor conhecerão sobre os gargalos e oportunidades da sua estrutura, ficando mais claro também, o papel de cada um para o desenvolvimento turístico da sua Cidade. Isso é muito mais importante que se possa imaginar, pois quanto mais isto avançar, mais lhe sobrará tempo para articular, mediar e olhar à captação de recursos. Pense nisso.

Dúvidas, esclarecimentos? Pergunte. Se gostou, compartilhe!

Abr. Mielke, Dr.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: