TEXTO 155 – O REAL PAPEL DA SECTUR. PARTE I. Série SIMTUR, por Eduardo Mielke.

Olá! Antes de entrarmos no tema desta semana, permita-me fazer um pequeno teste contigo. Das opções abaixo, assinale aquela(s) que é (são) papel da Secretaria Municipal de Turismo:

a) Divulgar ou fazer propaganda (vulgo marketing) do Turismo, objetivando aumentar o número de turistas e eventos no seu Município.

b) Elaborar Roteiros ou Rotas temáticas, a fim de diversificar a demanda e melhorar a penetração do mercado dos principais segmentos turísticos do seu Município.

c) Captar recursos através de Convênios Federais, para investimentos em projetos estruturais e estruturantes.

d) Promover a Cooperação através do COMTUR + C&VB, usando da prerrogativa de ser poder público para articular ações estratégicas, com o 3o setor e o mercado.

Ah! Mas, antes de responder, se esta é a sua primeira vez, seja bem vindo ao Blog Gestão & Política de Turismo no Município. Nosso objetivo é ajudar gestores públicos e técnicos para colocar sua Cidade no Mapa do Mercado Turístico e de Eventos. Se já acessou outros textos, obrigado mais uma vez pela confiança. Se gostou, compartilhe e curta. Toda semana tem um novo texto.

…..este texto será dividido em duas partes, ok?

Parte I

Se você foi “seco” e direto nas opções a) e b), eu te entendo perfeitamente. Não é nenhuma surpresa que essas sejam as principais demandas dos empresários do turismo. A questão toda é que atender estes “pedidos”, é uma tarefa muito inglória. Com baixo orçamento e pouco prestígio, parece que as SECTURs ficam sempre no ar, com aquela constante sensação de incapacidade, de que não estão entregando resultado algum. E em tempos de C19, a pressão aumenta…

Então! Esta inquietação reflete algo que talvez você já deve ter percebido. Se ainda não caiu a sua ficha, temos uma boa notícia para você. As opções a) e b) nunca deveriam ter sido sequer opções, do que uma Secretaria de Turismo deve fazer pela atividade no seu Município.

Quando um empresário turístico vem até você, perguntando o que a SECTUR (ou até mesmo o COMTUR) está fazendo para melhorar os eventos e/ou a taxa de ocupação nos hotéis, pousadas e restaurantes, ele está te demonstrando, na realidade, três coisas importantes:

  1. Que ele não tem claro a divisão ou os limites do que é o papel do Poder Público, da Inicitiva Privada e do 3o Setor, criando um problema sério de responsabilidade;
  2. Que ele tem dificuldade de enxergar o comportamento da demanda, além dos muros do seu próprio negócio;
  3. Que ele não entende muito bem a estrutura e funcionamento de uma Prefeitura e do poder público como um todo.

Muito mais sério que você possa imaginar, o conjunto desse 1, 2 e 3 é a CAUSA de uma lista enorme de EFEITOS nocivos que comprometem praticamente tudo aquilo que se espera que aconteça em um Município que pretende ser turístico.

Aqui elenco alguns deles:

  • Deficiência e falta de associativismo, cooperação e colaboração em todos os níveis;
  • Pouco ou fraco engajamento bons empresários e baixo nível de confiança entre o trade.
  • Falta de conexão com o mercado de intermediários – agências de viagens e operadoras;
  • Excesso de dependência e expectativa do Poder Público em todos os níveis;
  • Pouca eficácia e eficiência do COMTUR e demais entidades;
  • Falta de objetividade das ações tático-operacionais, pela desorientada estratégia e foco na identificação e manutenção do DNA do turismo na Cidade;
  • Excesso de ações de curto prazo, que se caracterizam por serem aleatórias, pulverizadas e descontínuas, transformando qualquer coisa numa gincana;
  • Calendário de Eventos totalmente desconexo com o perfil da Economia Local;
  • Pouca ou baixa competitividade pela inovação;
  • Planos Diretores de Turismo incipientes de baixo prestígio junto a sociedade civil e ao próprio empresariado, o que resulta num pífio orçamento anual da SECTUR.

Tecnicamente falando, quanto mais forte você percebe que este 1, 2 e 3 faz parte da sua realidade, mais fora do caminho o seu Município está. E muitas SECTURs acabam cedendo, caindo na teia do desespero e gastando o pouco recurso que não tem no paliativo. Aqui faço referência ao roteirinho+folderzinho+propagandinha, aquela trilogia dos horrores do chover-no-molhado que nunca irá levar o Município a lugar nenhum.

Está na hora de mudar esta história. Em plan 2020, não há como obter resultados diferentes fazendo as mesmas coisas, certo? E exemplos não faltam. Então, na PARTE II, semana que vem, vamos entrar naquilo que é o real papel de uma SECTUR, dentro dos critérios do SIMTUR – Sistema Municipal de Turismo, ok? E vamos te dar dicas e orientações do que e como fazer a diferença! Não perca e até lá!

Para mais detalhes, dúvidas ou esclarecimentos? Escreva. Curta a fanpage @politicadeturismo ou escreva para emielke@kau.edu.sa

Obrigado pela confiança.

Para quem não me conhece, meu nome é Eduardo Mielke. Desde 2004, meu trabalho  é ajudar você que é gestor Público ou representa uma associação de turismo ou COMTUR. Os textos são para auxiliar/orientar também, aqueles Governos que buscam usar de forma mais inteligente os recursos disponíveis através da cooperação. O que importa mesmo, é a geração de emprego e renda local. O resto é conversa fiada.

Palestras, Workshops e treinamentos? Escreva para emielke@kau.edu.sa

Compre o livro do SIMTUR!!! Lá você terá todas as orientações que você precisa para fazer o seu Município decolar!

Screen Shot 2018-06-16 at 13.54.10

Um comentário sobre “TEXTO 155 – O REAL PAPEL DA SECTUR. PARTE I. Série SIMTUR, por Eduardo Mielke.

  1. Pingback: TEXTO 156 – O REAL PAPEL DA SECTUR. PARTE II. Série SIMTUR, por Eduardo Mielke. | Blog de Capacitação Gestão & Política de Turismo no Município.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s