TEXTO 162 – AS TOP 5 AÇÕES – NÚCLEO MERCADO E COMERCIALIZAÇÃO. SÉRIE ESPECIAL SECTUR 1os PASSOS, por Eduardo Mielke.

Sem dúvida alguma, muito do trabalho e energia da SECTUR devem ser gastos neste Núcleo de MERCADO E COMERCIALIZAÇÃO. É o que todo mundo espera e é onde o seu esforço será mais notado e respeitado. Além dos temas já mencionados nas chamadas feitas no Facebook e no Twitter, abordaremos no texto desta semana dicas e orientações de como também elaborar produtos turísticos (rotas e roteiros) de forma verdadeiramente inteligente e custando muito pouco. Então, vamos lá…

Ah! Se esta é a sua primeira vez, seja bem-vindo ao Blog Gestão & Política de Turismo no Município. Desde 2016, mais de 40 mil pessoas já leram os nossos textos. O objetivo aqui é te ajudar a colocar sua Cidade no Mapa do Mercado Turístico e de Eventos. Se já acessou outros textos, obrigado mais uma vez pela confiança. Se gostou, compartilhe e curta!! Muito obrigado pela confiança. E o mais importante, se copiou algum trecho ou fez referência, cite a fonte. Seja ético. 😉

Vamos pelo fácil e por onde você deve começar. De cara, sempre se lembre que a atividade turística é, na verdade, uma série de serviços prestados ao consumidor(es). Toda ação que o turista faz é um serviço prestado por uma empresa. E todo o conjunto destes serviços faz parte da experiência do turista e do que ele irá postar nas mídias sociais. Assuma esta perspectiva como sua “argila”. E perceba que você só poderá modelá-la ao sucesso do seu projeto de governo, se estes serviços fizerem parte de uma engrenagem que agrega valor a esta experiência. Assim, qualquer ação da SECTUR só terá sentido se você iniciar com um forte ENGAJAMENTO EMPRESARIAL.

E para que isso aconteça, em primeiríssimo lugar, Secretária(o), é vital-essencial-indispensável-imprescindível que você ouça todas estas partes desta CADEIA DE VALOR, desde os GUIAS DE TURISMO, DONOS DE RESTAURANTES, DE POUSADAS e DOS HOTÉIS, bem como também líderes comunitários onde o Turismo se desenvolve. Neste sentido as associações de bairros são fundamentais. Haja cafezinho, mas vale a pena!! Os objetivos destas conversas são:

  1. Analisar as características da DEMANDA – quem é o PÚBLICO – perfil – QUEM ESTÁ VINDO (ANTES DA C19) X QUEM GOSTARIA QUE VIESSE; nível de gasto, o que mais fazem (Significado: Qual é o principal MOTIVADOR deste público em vir ao Município), e para onde o turismo do Município precisa ir. 
  2. Entender como cada elo da CADEIA DE VALOR (OFERTA) está comercializando seu próprio produto, seus canais de venda, suas mídias sociais (PRESTE ATENÇÃO aos números, desde curtidas por postagem, como número de seguidores, e sobretudo, se há engajamento – se há interação entre quem posta e quem curte/segue).
  3. Perceber o quanto a COOPERAÇÃO é forte ou pífia. E neste quesito a pergunta-critério é: Quanto as empresas turísticas do Muncípio trabalham juntas? Quanto vendem juntas? Compram juntas? Negociam juntas? Prospectam juntas o mercado?; Sentir o quanto o COMTUR é tão base de toda sua Política de Turismo Municipal.
  4. Perceber as regiões turísticas da cidade, sobretudo seus Bairros. Perceber o DNA da cidade. Quanto mais os bairros forem motivados a gerar pontos de entretenimento como gastronomia, mais chances de êxito terá o seu projeto de turismo. Secretário(a): O segredo está nos Bairros. Desde 2016, quando o blog começou, venho ressaltando isso.

Feito isso, vamos colocar a mão na massa. A ELABORAÇÃO DE ROTAS OU ROTEIROS (como queira) é um trabalho empresarial, onde você Secretário (a) pode e deve ser o incentivador deste processo, mas não o líder ou dono. Não se esqueça, SECTUR não vende nada, não comercializa nada, mas articula com as partes interessadas. E tais partes, nada mais são que os empresários mencionados acima (Dito: OFERTA TURÍSTICA LOCAL) e a DEMANDA, representados aqui pelos intermediários = Aqueles que irão revender sua Cidade e seus Roteiros. Neste grupo estão as agências de turismo de outros locais (…de onde podem vir seus turistas), e PRINCIPALMENTE OS GUIAS DE TURISMO, que muitas vezes são os grandes responsáveis por esta geração de fluxo. Tendo uma lista com os nomes desta OFERTA + DEMANDA, marque uma série de reuniões bi ou trimestrais, de 1 dia, máximo 2, colocando todo mundo frente-a-frente com um único objetivo: ELABORAR OS ROTEIROS, que na verdade são os produtos turísticos do Município. Isto é COOPERAR PARA COMPETIR. Isto é ENGAJAMENTO EMPRESARIAL!!!

DICA: Secretário (a), nunca perca o tempo da sua equipe na elaboração de roteiros. E se for fazê-lo consultando somente os empresários locais, as chances do resultado dar errado, é quase que certa. E outra, nunca perca a oportunidade de ver a cooperação acontecer, ganhando força e gerando resultados. É dela que o seu sucesso se sustentará.

E no mesmo sentido se dará a PROMOÇÃO TURÍSTICA. Sempre parta daquela máxima: AS PESSOAS ACREDITAM CADA VEZ MENOS NAQUILO QUE O ESTADO FALA DE SI MESMO. Ou seja, ninguém mais compra aquele portal de turismo da prefeitura ou anúncios da SECTUR. Despender energia nisso e sair gastando a esmo com dinheiro público que nem em sonho, é uma tática sustentável. Lembra que nos primeiros parágrafos em que pedi pera ver as mídias sociais da sua OFERTA TURÍSTICA LOCAL? Pois bem, todo sucesso da divulgação do Turismo (A), do que acontece (B) na sua Cidade e dos eventos(C) do seu Município se dará através delas. Será pelos 3Cs – CONTINUIDADE, CONSISTÊNCIA E CONGRUÊNCIA das postagens da CADEIA DE VALOR que a promoção turística ganhará força e volume. O que precisa então ser feito é organizar a coisa. Me explico: A estratégia é usar as mídias sociais individuais de cada empresa turística do seu Município para divulgar o A+B+C. Em outras palavras, é articular com as empresas turísticas que elas divulguem as mesmas mensagens, no mesmo período todas as novidades/ produtos/ lançamentos/promoções do turismo no seu Município.

As chances de atingir um público mais fiel e maior sobre o A+B+C será bem maior se CADA EMPRESA TURÍSTICA LOCAL entender que a cooperação é a única forma para melhorar a competição do Município. Se somarmos todos os seguidores de todos os Guias, Restaurantes, Hotéis, Pousadas, Atrativos… você irá perceber que as iniciativas irão começar atingir muita gente, onde todos ganham. Esta coesão irá se refletir na ponta e no médio prazo, em melhores taxas de ocupação. E tudo isso, sem a SECTUR gastar um tostão. Veja é a partir da cooperação entre oferta e demanda que o resultado aparece. É o que chamo de EFEITO PIPOCA.

Onde mora o desafio: Na verdade existem dois:

  1. Dar o NORTE. É o que todos irão esperar da SECTUR. É esperado que você aponte para onde todos devem olhar (ou pelo menos a maioria). Por isso ouvir e jogar com a realidade, de olho nas potencialidades, é o primeiro passo.
  2. Convencer que cada empresário não é concorrente do seu vizinho. E que devem trabalhar juntos para convencer o consumidor a preferir seu Município ao invés da cidade vizinha, pois é lá que mora o concorrente… Por isso que no texto anterior enfatizei, o seu papel Secretária (o) de ARTICULAR, ARTICULAR E ARTICULAR… Alinhar/direcionar as pessoas a olharem para a mesma direção, nada mais é do que o sucesso deste processo. O resto você já sabe…é puro blábláblá e conversa fiada. Não entender isso é o prelúdio daquele muro das lamentações da desunião empresarial…Pense nisso!

Espero que a leitura desdes textos te ajudem a olhar para o que interessa e o que dá resultado. Pense nisso. Para mais detalhes, dúvidas ou esclarecimentos? Escreva. Curta a fanpage @politicadeturismo ou escreva para eduardomielke2@gmail.com

Obrigado pela confiança e até o próximo texto.

Para quem não me conhece, meu nome é Eduardo Mielke. Neste ano de 2021, completo 20 anos como Professor de Turismo e 17anos como consultor. Desde 2004, meu trabalho  é ajudar você, que é gestor Público ou representa uma associação de turismo ou COMTUR. Os textos são também para orientar Governos que buscam usar de forma mais inteligente os recursos disponíveis através da cooperação. O que importa mesmo, é a geração de emprego e renda local. Turismo é negócio. Turismo é no município. O resto é conversa fiada.

Palestras, Workshops e treinamentos? Escreva para eduardomielke2@gmail.com

Compre o livro do SIMTUR!!! Lá você terá todas as orientações que você precisa para fazer o seu Município decolar!

Screen Shot 2018-06-16 at 13.54.10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s